Blog Viseu

8 livros indicados por Barack Obama

8 livros indicados por Barack Obama

Aquivos confidenciais, memorandos, edições de discursos - dificilmente Barack Obama irá compartilhar cada detalhe do que foi seu dia a dia na Casa Branca. Mas, a poucos dias de deixar o cargo de presidente dos Estados Unidos, ele compartilhou com a revista Wired livros que o influenciaram e ajudaram a moldar suas opiniões e, claro, seus discursos. Obama deixa o cargo no dia 20 de janeiro com alta popularidade e como um dos maiores oradores da política moderna. Mas não foram só obras políticas que o ajudaram na tarefa que teve pelos últimos oito anos. Sua lista de oito indicações contém livros sobre direitos civis, ciência, tensões raciais até romances e biografias. A Wired aproveitou a lista e calculou quanto tempo é necessário para ler cada um dos dez livros. O total? 89 horas. Se você começar desde já e reservar uma hora por dia, conseguirá ler todos até o final de abril. Abaixo, confira quais são as obras: 


The Collected Works - Abraham Lincoln

Ao New York Times, Obama disse que os escritos do ex-presidente Abraham Lincoln, de Martin Luther King Jr., Gandhi e Nelson Mandela foram extremamente úteis. "Nos momentos muito difíceis, a Presidência pode nos isolar muito", afirmou ao jornal. Ele lembrou que há cópia manuscrita o Discurso de Gettysburg, escrito por Abraham Lincoln em 1863, no dormitório que leva o nome do ex-presidente. Contou que, muitas vezes, à noite, ele saía de sua sala de trabalho para ler o texto. Mas não era só este escrito que lhe interessava de Lincoln. O livro The Collected Works of Abraham Lincoln reúne outros discursos, cartas pessoais, perdões e ordens de guerra do 16º presidente dos EUA. Muito da oratória de Obama inspirou-se nesses escritos. 


Parting the Waters: America in the King Years 1954-63 - Taylor Branch

Primeiro livro da trilogia de Taylor Branch que lhe rendeu um Pulitzer e que narra a entrada de Martin Luther King no movimento de direitos civis. Livro essencial para entender uma era de quebra de paradgimas no século passado. 


The Power Broker: Robert Moses and the Fall of New York - Robert A. Caro

A biografia de Robert Moses, que mudou a cara de Nova York. O engenheiro mudou a estrutura básica da cidade, criou projetos públicos na ordem de US$ 27 bilhões, convenceu a ONU a construir sua sede em Manhattan e investiu em novas vias de transporte. Para o bem ou para mal (muito do que ele projetou foi a causa de diversos problemas urbanos que a cidade vivenciou), é um dos maiores nomes na indústria de construção americana.


Da Próxima Vez, o Fogo - James Baldwin

O livro cujo título original é The Fire Next Time contém dois ensaios de James Baldwin com narrativas pessoais que tem um cenário comum de tensões raciais e desigualdades do início dos anos 1960.


Andy Grove: The Life and Times of an American, Richard S. Tedlow

Nascido na Hungria, sobrevivente do Holocausto e da invasão soviética, Andry Grose foi o CEO da Intel durante a maior fase de crecimento da companhia. O livro narra a trajetória de um dos maiores empresários do século XXI e visto como herói dentro do Vale do Silício.


Sapiens – Uma Breve História da Humanidade - Yuval Noah Harari

Yuval Noah Harari escreve sobre "disrupções" sob uma nova perspectiva. Muito antes da era digital, nossos ancestrais Homo sapiens vivenciaram uma revolução cognitiva que os permitiu ir além de suas fronteiras e colonizar o mundo. Harari traça os principais pontos de mudança, aborando assim a história da humanidade desde o surgimento da espécie. Relata fatos do passado cruzando outros do presente, como nossas experiências modernas com bioengenharia. 


Rápido e Devagar - Daniel Kahneman

Boa parte da carreira do psicólogo Daniel Kahneman foi dedicada a estudar o pensamento humano - a partir do viés cognitivo e teorias (uma das quais lhe rendeu um Nobel). Neste livro, ele destrincha as diversas formas de pensar.


A sexta extinção - uma história não natural - Elizabeth Kolbert

Elizabeth Kolbert parte da constatação que em um século, a mudança climática causada pelo homem pode eliminar metada das especies que vivem na Terra atualmente. Ela começa a analisar essa extinção em massa por várias perspectivas: da Floresta Amazônica até o derretimento das gelerias no Ártico. Um livro que narra o impacto da intervenção do homem na natureza. 

[Via Wired]